Búfalo (VENDIDOS)
  • Quantidade: 17
  • Peso Aprox.: 200
  • Sexo: Macho/Fêmea
80 Terneiras
  • Quantidade: 80
  • Peso Aprox.: 230
  • Sexo: Fêmea
120 vacas com cria ao pé
  • Quantidade: 120
  • Peso Aprox.: 0
  • Sexo: Fêmea
80 novilhas
  • Quantidade: 80
  • Peso Aprox.: 360
  • Sexo: Fêmea
40 ovelhas
  • Quantidade: 40
  • Peso Aprox.: 45
  • Sexo: Fêmea
28 Terneiros (as)
  • Quantidade: 28
  • Peso Aprox.: 170
  • Sexo: Macho/Fêmea
100 Vacas Prenhas
  • Quantidade: 100
  • Peso Aprox.: 0
  • Sexo: Fêmea
50 Boi
  • Quantidade: 50
  • Peso Aprox.: 350
  • Sexo: Macho
105 Novilhas
  • Quantidade: 105
  • Peso Aprox.: 250
  • Sexo: Fêmea

Boi gordo: preços devem continuar subindo com restrição de oferta, diz Safras

A estiagem prolongada no decorrer do segundo semestre retardou o desenvolvimento dos animais de pasto, destaca analista da consultoria.

Os preços do boi gordo voltaram a subir nesta segunda-feira, 26, em grande parte do país. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, o ambiente de negócios sugere pela continuidade do movimento de alta nos preços.

         Bovinos: número de animais terminados em confinamento será recorde em 2020

       Boi bombeiro: estudo aponta que quanto maior o rebanho, menor incidência de focos de incêndio

“As exportações seguem em bom ritmo, com a China ainda muito presente na aquisição de proteína animal brasileira. Além disso, a oferta de animais terminados é restrita em grande parte do país. A estiagem prolongada no decorrer do segundo semestre retardou o desenvolvimento dos animais de pasto, que devem estar aptos ao abate apenas no primeiro trimestre. Portanto, o período de maior demanda de carne bovina do ano contará quase que exclusivamente com a oferta de animais confinados”, diz.

Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 273 a arroba, ante R$ 271 na sexta-feira. Em Uberaba, Minas Gerais, os preços ficaram em R$ 266 a arroba, contra R$ 265. Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os valores chegaram a R$ 264 a arroba, contra R$ 263. Em Goiânia, Goiás, o preço indicado foi de R$ 260 a arroba, estável. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço ficou em R$ 251 a arroba, inalterado.

Atacado

No mercado atacadista, a semana iniciou com preços acomodados. De acordo com Iglesias, a tendência é que o movimento de alta ganhe consistência no decorrer da primeira quinzena de novembro, período que conta com maior apelo ao consumo.

Com isso, o corte traseiro seguiu em R$ 19,60 o quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 14,40 o quilo, e a ponta de agulha seguiu em R$ 14,35 por quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 0,31%, sendo negociado a R$ 5,6130 para venda e a R$ 5,6110 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6130 e a máxima de R$ 5,6640.